quinta-feira, 3 de março de 2011

ESQUEMA DE UMA FONTE VARIÁVEL SIMÉTRICA

Em qualquer ponto entre A e B a tensão é de +25 V.
No ponto decorrente de C a tensão é de  -25 V.

Segue o esquema abaixo.:


Material para confecção da fonte

1 trafo 18 + 18   1 A
4 diodos 1N4002   D1,D2,D3,D4
2 capacitores eletroliticos 22oo uf/40v  C1 e C2
1 diodo zenner  5,6v / 1n4734
1 led vermelho
1 transistor pnp tip 2955  Q3
1 transistor npn tip 3055  Q1
1 transistor npn bc 547    Q2
1 transistor pnp bc 557    Q4
2 ci 741   U1 e U2
2 resistores 2,2k  R5, R8
2 resistores 560  R6 , R7
2 resistores 10k   R11, R12
2 resistores 470  R2 , R14
1 resistor  1k R4
1 resistore 4,7k  R9
1 resistor 1,2k R10
1 resistor 3,9k R3
2 resistores 1  /  5W  R1 , R13
1 potenciometro  10k
3 bornes  terra, V+ e V-

Eu montei ela em uma velha caixa de som de vitrola, vai ai as fotos para provar......
Funcionou perfeitamente e já tenho ela a mais de 10 anos.







Um comentário:

  1. Antonio, ficou bom, não ficou bizarro como você falou, temos que aproveitar o que temos, caixas são difíceis de achar. Eu fiz diversas montagens usando caixa de fonte de pc, é só adaptar.
    Sem a mica isolando os transistores no dissipador, tem um acoplamento térmico melhor, já que o dissipador não tem contato com o circuito.
    Eu já ia mandar um e-mail pra vc.

    ResponderExcluir